domingo, 30 de setembro de 2007

Aí eu tive que ir à casa de câmbio, né? A impressão que tive é que tava celebrando um negócio criminoso. Dos brabos.

Eu falei o que queria, aí o sujeito ficou olhando pra mim, me avaliando. Meio constrangedor. Aí me levou pra uma salinha reservada, falando sempre muito baixo e olhando fixo pra porta. Eu estendi a mão com os reais e ele pegou o dinheiro e rapidinho escondeu embaixo do balcão pra conferir. Aí interfonou pra alguém. A essa altura eu já tava com medo e me xingando por ter ido sozinha. Esperei uns minutos até vir outro sujeito e encerrar o negócio.

Mas sabe o que foi pior mesmo? Ter recebido menos de 1/4 da quantidade de notas que eu entreguei.

11 comentários:

1worklover disse...

Baunilha, vc conferiu para ver se tb não te entregaram menos dinheiro do q deveriam?

Já vi gente levar balão desses carcamanos... e vc não devia ter ido sozinha mesmo.

Beijo

Aline T. H. disse...

Verifique tudo direitinho, corajosa-sem-juízo, rs. Se bem que eu não posso falar nada, tenho essa mania de querer fazer as coisas sozinha tb.

Beijos, linda, e que corra tudo mais que perfeitamente bem!

fabiana disse...

é assim? credo que submundo, hein?

Diego disse...

parece cena de filme policial!
mas pelo que parece correu tudo bem! =) "meno male" na próxima vá acompanhada! =)

Diego disse...

parece cena de filme policial!
mas pelo que parece correu tudo bem! =) "meno male" na próxima vá acompanhada! =)

Cris disse...

Ir em casa de câmbio é uma experiência assustadora mesmo, né?

Bjs,

Cris

Cinthya Rachel disse...

doi ne? e pq essa coisa meio gangster na atitude do cara? que bizarro

Thata disse...

já é amanhã, neguinha! vivaaaa!!
boa viagem!!
bjão!

Elise disse...

Renatinha, boa viagem!!! Aproveite muuuito!
Beijas

Drica disse...

bah... mas eu tbm tenho esta mania d querer fazer tudo sozinha, mas nestes casos é melhor ir acompanhada mesmo...bjao!

Renata R. disse...

Worklover, eu conferi, sim. Perguntei por quanto eles tavam vendendo o euro, fiz as contas na calculadora do celular e pedi o valor certo.
Mas você tem razão. Nunca mais vou sozinha.
:*


Line, é uma mania meio perigosa essa a da gente! rs


Fabiana, assim mesmo. De assustar.


Diego, aprendi a lição. rs


Cris, :)


Cinty, agora descobri que em todas as casas de câmbio o procedimento é mais ou menos esse. Sozinha nunca mais.


Thata, querida! Tentei seguir seus conselhos de levar pouco coisa, mas tá difícil! hehe


Elise, brigada. :*


Drica, chega uma ora que o juízo tem que falar mais alto, né? rs