quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Paris! Impossível não ser clichê ao falar de Paris, gente.

Salvo a baguete, que é dura, eu amei tudo e quero muito voltar com mais tempo.

A cidade por si só já te passa muita energia. Lembro que estava cansada da viagem de ônibus de Bruxelas até lá, mas foi revigorante pisar em Paris. Lógico que a primeira visita foi para a Torre, né?


Às margens do Rio Sena, já com a vista da Torre


Torre Eiffel


Pena que nesse dia começou a chover logo após subirmos os 276 metros de altura do mirante. Mesmo assim esperamos escurecer para ver a iluminação da Torre que, naquele mês, estava toda de verde e amarelo!




No dia seguinte, começamos com um city tour e fomos conhecer o Hôtel des Invalides, local onde foram alojados os soldados feridos no final do século XVII. Napoleão foi enterrado lá.


Fica simplesmente maravilhoso quando o sol bate nessa cúpula dourada

De lá, partimos para Versalhes. Gente, o palácio é lindo, lindo! E enorme! É mil vezes mais bonito e maior que o de Windsor. Sem contar os jardins de tirar o fôlego.

Reparem na quantidade de lustres!



Todos os tetos são pintados com uma riqueza de detalhes impressionante


E os jardins do Palácio então? As fotos estão longe de mostrar o quanto são bonitos.











Láaaaaaaaaaa embaixo no jardim tem um laguinho e eles alugam uma espécie de barquinho a remo pros turistas. Eu nunca falei aqui, mas morro de medo de água. Essa é a única foto, de muitas, em que apareço sorrindo. Nas outras, ou eu tô com cara de pânico, ou chorando pedindo pra voltar. rs





O Palácio lá no fundo


À noite fomos ao bairro boêmio de Montmartre, cheio de vielas e pracinhas e onde fica a Sacré-Coeur, a famosa basílica no lugar mais alto de Paris.





De lá, rumo a um dos pontos mais altos da viagem: Moulin Rouge. Fico arrepiada só de lembrar. Sem contar que levaram meu irmão pro palco! hahahaha. Foi muuuuuuuuuito engraçado. Era a vez de um cara que fazia um show tipo de ventríloco. Ele chamou três estrangeiros, dentre eles meu irmão, e pediu, disfarçado do público, que eles abrissem a boca quando apertasse a mão de cada um. Aí ele faz os turistas interagirem com o público e diz que, num passe de mágica, vai mudar a voz de cada um dos turistas e, depois de apertar a mão de cada um, faz uma voz esquisita, como se fosse deles, que abrem a boca, simulando que são eles mesmos que estão falando. hahahaha.




Como dormíamos pouco e nos alimentávamos só quando dava, o dia seguinte não foi muito bem aproveitado porque estávamos exaustos. Só sei que precisamos dormir direto doze horas para nos recuperar. Uma pena, logo em Paris.

Mas conseguimos pelo menos conhecer a majestosa Catedral de Notre-Dame:




Depois, Louvre. Não vimos nem 1/3 do museu. Tomara que seja pra voltar e conhecer o resto. :)





Mona Lisa


Vênus de Milo

16 comentários:

Drica disse...

q lindas fotos! amei! parabéns! bjao! :D

Ice Ice Baby disse...

tá todo mundo indo pra Paris ultimamente é?!?

ah, eu quero tb pô!
hahaha

A outra renata, do tantoscliches tb num tá por lá?!?

é convenção de renata?!

haha,

Bjs chuchu!

p.s:ah pode compartilhar dicas musicais tb ok? sou viciada em música e adoro descobrir coisas novas!

Jackie Götzen disse...

Aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh
Humilhou as minhas fotos na praia!

ah ah ah ah ah ah ah

E Minha amiga que tá morando aí com o marido frances...Tá voltando pra La Rochelle neste sábado...buá buá!!!!!

E eu não consigo visto pra ir na esquina! ah ah ah ah ah

Lindas fotos!!!!!!

Rosilene Biacchi disse...

buáaaaaaaa eu também quero...que sonho!!
Bjs

Diego disse...

que maravilha ... principalmente aquela a noite... lindas fotos =) ainda bem que vc ainda está postando elas!

bj

ps.: ainda vai aparecer um poeminha sobre o branco, hehehe bjs

Elise disse...

Linda, amei tudo. Minha veia francesa latejou....

E o Moulin Rouge então? Sou doidinha por Toulouse-Lautrec.

beijinhas.

As partes interessadas disse...

faaaaaaaaaaaaaaaaaaaaantástico! ai, que lindo!!! e o louvre? aquela pontinha aparecendo no fundo da foto me lembrou o Código da Vinci. Foi lá conferir se Maria tá enterrada lá? Rsrsrsrsrsrs...
Bjocassssssssss!

Renata disse...

Ai Reeeeeeee, que delícia!!
Que máximo essa viagem. Amei as fotos!
beijos

Bella disse...

q bom!!! mais um post de viagem! adoro! tem mais, né? mais lugares para vc mostrar aqui! yuppie!
paris é msm linda, ainda tenho planos de morar lá nem q seja por poucos meses. como, eu ainda não sei, mas pra td tem jeito! hahaha!
bjks

Jussara disse...

A torre estava verde e amarela em homenagem ao Brasil?rs.Como venta frio naquela torre, não?aiSenhor! Ela ainda pisca de hora em hora por um minuto?
Vcs foram a Montmartre de dia?lá onde ficam os artistas pintando/vendendo quadros?aquele bairro é mágico. Aquela é a distância máxima que estão deixando chegar perto da Monalisa ou vc que quis tirar foto de lá?
Mto legal qdo vc posta fotos da sua viagem. Que venham as outras!:).
P.S.: apesar de não gostar de calor, só em ver as fotos eu fiquei com frio, brrrrr.

Renata R. disse...

Drica, :)


Ice, é verdade! A Rê foi também!


Jacki, não precisa de visto, não! Basta o passaporte.


Rosilene, :)


Diego, vou correr lá pra ver! rs


Elise, o espetáculo arrepia mesmo!


Jana, nem conferi. rs Mas lembrei tambénm do livro! ;)


Rê, que bom que gostou!


Bella, eu moraria fácil em Paris!


Jussara, era em homenagem ao Brasil, sim! Fomos à noite em Montmarte e ainda tinha muito artistas pintando quadros! O legal é que não são caros demais. Comprei uma tela pra minha mãe que já tá aqui na sala de casa.
E não podiamos chegar mais perto da Monalisa. Era a distância máxima. Jurava que a Monalisa era maior. rs

Helen disse...

Nossa, Paris deve ser de tirar o fôlego mesmo...

Amei as fotos!!!

Carol disse...

Poooooooooodre de chique você, heim Renata?!
Fotos lindas!
Beijo

Cinthya Rachel disse...

fantástico! É meu sonho! parece que vc fez o roteiro que estou epnsando em fazer! vi um roteiro pronto, cvc mesmo, que me encantou! quem sabe esse ano?

lolo disse...

Ai, que lindo!!! EU amei o moulin rouge, menina, mas aquele champanhe que acompanha me subiu à cabeça rapidinho!!! Eu fiquei o tempo todo "eu tenho que lembrar disso, eu tenho que lembrar disso", mas esqueci metade do espetaculo. E dp de bebada ainda obriguei o namorado a comprar cervejas, 11 euros a long neck, hehe.

Renata disse...

que fotos lindas!

so vi agora...

ainda nao subi na torre. a baguete e dura mesmo, mas algumas sao mais macias. cada dia compro de uma boulangerie diferente, ate descobrir qual e a mais gostosa... e vou cortando pedacinhos ate chegar em casa...