terça-feira, 29 de janeiro de 2008

O Jornal O Globo há algumas semanas lançou um espaço meio sinistro chamado de A Cara da Morte. Um coisa meio O Povo, jornal aqui do Rio que publica desgraça alheia.

Hoje eles publicaram:


A CARA DA MORTE

Homem não identificado

Foi encontrado na Avenida Ministro Edgar Werneck, na Cidade de Deus. O corpo estava em decomposição.

Marcelo Rocha Marques
O comerciante, de 18 anos, foi morto a tiros e com uma facada na madrugada de ontem, na Favela da Palmeirinha, em Marechal Hermes.

Obs.: os homicídios acima não representam a totalidade dos casos de ontem. São fatos dos quais O GLOBO teve conhecimento. O Rio registra em média 17 assassinatos por dia.



É sensacionalista e desnecessário.


Mas, sei lá o porquê, leio.

9 comentários:

Ice Ice Baby disse...

eu não gosto de ler desgraça, sou daquelas q odeio qd todo mundo torce o pescoço pra ver se teve sangue no acidente ou se alguém morreu.

bjs

Thata disse...

eu aprendi com o namorado e agora tou adorando ler a coluna de obituarios da Folha. vai entender...
bj

Drica disse...

ai q sinistro... o pior é qd vc vai almoçar ou jantar e começa a ouvir o Globo Tragédia....nossa não dá, hehehehhe! bjao! :D

Aline Tolotti. disse...

Ai, que trash!
Eu não curto ler desgraças, não.
Às vezes sinto que fico longe da realidade, que sim, não é cor-de-rosa... mas também, no que ajudarei dando iboque a estas coisas?
Faço o que posso, faço em meu redor, para que meu redor faça em outros arredores e assim sempre, seguindo este sentimento de ajudar o próximo.
Pra mim, já basta.
Bjocas.

Anônimo disse...

Isso é doentio!

Helen disse...

Sabe o que eu acho, Rê? Que estão tentando - de uma maneira bem sinistra, é verdade - fazer um tipo de sensibilização. Porque a morte, principalmente na forma de assassinato está ficando banal na nossa vida, por incrível que pareça. A gente ouve falar que mataram um, dois cinco, quatorze e já não dá mais aquela estranheza. Acho que, mostrando dessa forma, crua, estão tentando chamar atenção pra isso.

Mas é só uma suposição, não conhecia a seção, fiquei sabendo agora :)

beijo!

Maria disse...

Devo confessar. Odeio pessoas q ficam dentro do ônibus virando o pescoço pra ver o q aconteceu.

Odeio pessoas q invés de ajudar, ficam aglomeradas ao lado do acidentado.

Mas... devo confessar: leio o obituário, principalmente a causa da morte. Vergonhoso. Péssimo. Não sei e nunca vou entender pq eu leio. :S

Muleka disse...

Impossível não se chocar com essas notícias. Bjos *)

Diego disse...

apologia ao crime, cansa e estressa...

não gosto

bjs