quarta-feira, 1 de abril de 2009

Levei duas horas e meia pra chegar hoje no trabalho. Sabem o porquê? Manifestantes do Greenpeace resolveram se pendurar no meio da Ponte Rio-Niterói pra avisar aos líderes mundiais que o clima e o povo devem estar em primeiro lugar. Ah, tá. Ok, ok.


"Um protesto de ativistas do Greenpeace provoca congestionamento na manhã desta quarta-feira na ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro. Às 10h40, mesmo com o fim da manifestação, havia 5 km de lentidão na pista sentido Rio, que teve uma das faixas interditada. Treze integrantes do Greenpeace foram detidos.

Os manifestantes chegaram ao vão central da ponte por volta das 7h. Com cordas, eles iniciaram a descida da ponte, por meio da técnica de rapel. Eles penduraram na ponte um painel com a seguinte frase, em inglês: 'Líderes mundiais, o clima e o povo em primeiro lugar'."



Francamente, viu? Manifestantes do greenpeace, fiquem sabendo, por favor, que por melhores que sejam suas intenções elas acabam escondidas em meio dessas atitudes desastrosas. Porque agora as pessoas só vão lembrar do transtorno que vocês causam. A ideologia acaba esquecida, viu? E eu também tenho compromissos, ok? Sou cobrada por eles, inclusive. Então, por favor, façam suas manifestações em locais que não possam me causar tanta dor de cabeça.

Agora vou ali meditar pra tentar fazer esse mau humor passar.

2 comentários:

Renata disse...

Concordo, Re. Por melhor que seja a causa, só dá pra lembrar do transtorno. E ninguém merece esse tempo todo de trânsito pra ir pro trabalho...ainda se fosse pra ir pra praia...rs!
beijinhos, querida

Maíra Brito disse...

preciso aprender essa técnica de meditar pra afastar o mau-humor...