terça-feira, 23 de novembro de 2010

Minha avó sempre foi ativa e nunca gostou de ficar parada. Ela, há muito tempo, tinha um cavalo. O nome dele era Dourado. Vovó era merendeira. E ia trabalhar com o Dourado, acredita? Depois comprou uma bicicleta. Todos gostavam muito da comida de vovó. E ela adorava receber elogios. Se ninguém falasse nada, ela mesma dizia que a comida estava muito boa. E às vezes ficávamos quietos só para provocar. Era tão engraçado. Bem, além de fazer a merenda das crianças, ela cortava cabelo em casa e colava dentaduras. E, mesmo já envelhecida, ela não parava. Mas há seis anos minha avó se acidentou. E foi, aos poucos, adoecendo muito. Há seis anos vovó não andava e, no final, já não conseguia interagir com mais ninguém. Era muito triste ver minha avó assim. Mas desde ontem minha avó está em algum outro lugar. Eu não sei qual ou como é este lugar. Mas deve ser melhor, sem dor e sem sofrimento. Beijo, vó.

Um comentário:

Andréa disse...

Paz e beijo para a vóvis.
Beijos